INVESTIGADORES

< VOLTAR

Ignacio Ezquerra

GRAU: Doutoramento

Doutor em História Moderna pela Universidade Autónoma de Madrid, desenvolveu entre os anos 2008 e 2011 um projecto de Investigação no CEDIS sobre a interação administrativa entre as monarquias portuguesa e hispana no tempo da anexação (1580-1640), financiado pela Fundação Ciência e Tecnologia. Os resultados do mesmo foram apresentados em convocatórias como o XXXI Encontro da APHES (2011), os Congressos Entre a História e o Direito: Homenagem a António Manuel Hespanha (2012) e La extensión de la Corte: los Sitios Reales (2012), as España en el exterior: Historia y Archivos. X Jornadas de Castilla La Mancha sobre Investigación en Archivos (2012), e o Congresso Palácios e Dinâmicas urbanas: centros de poder e de conhecimento na Europa (2015), entre outros trabalhos.

Também participou no Projecto Estratégico sobre Direito e Sociedade, estendido entre os anos 2011 e 2013. Na actualidade é investigador associado do Centro no grupo de investigação “O Direito na História. Agentes, categorías e representações”, dirigido pela Professora Doutora Ana Cristina Nogueira da Silva. É também investigador e colaborador do Instituto Universitario La Corte en Europa (IULCE) da Universidade Autónoma de Madrid, onde vem madurando seu âmbito de pesquisa desde sua fundação no ano 2006.

Sua linha principal de investigação indaga a projeção das decisões administrativas e jurisdicionais na Idade Moderna, desde o ámbito restrito do monarca (a Câmara régia) até o espaço do reino, e o processo de prolongação doméstica e integração territorial que impulsava, quer em Castela quer em Portugal. Este foi um alicerce até hoje pouco valorizado para compreender o posterior desenvolvimento do Estado Liberal.

 

Áreas de interesse: Corte e Casa Real; História da Administração; Conselho Real de Castela; Autorização administrativa de publicações; Governo e justiça no Portugal dos Filipes

ignacio