A SEGURANÇA MARÍTIMA NO GOLFO DA GUINÉ: A ARQUITETURA ATUAL E O CONTRIBUTO DA UNIÃO EUROPEIA

CEDIS Working Paper Política, Direito e Economia do Mar n.º 6 abril 2018

Resumo e palavras chave

Autor: Hamilton Neto Nascimento de Sousa

 

RESUMO A segurança marítima no Golfo da Guiné tem sido uma grande preocupação para os Estados que fazem parte dessa região, principalmente os Estados costeiros. Esses Estados têm feito vários esforços para desenvolver estratégias adequadas para combater as ilegalidades e as criminalidades nessa região. Um desses esforços é a implementação de uma arquitetura funcional de intercâmbio de informações, para que a implementação das estratégias seja organizada e efetiva. Estes esforços envolvem todos os países da região e alguns parceiros internacionais. A União Europeia, sendo um desses parceiros, tem participado muito ativamente, dando suporte, para que sejam cumpridos e executados todos os objetivos e as tarefas que estão definidas para efetivação desta causa. Muitas ações definidas já foram realizadas. Mas, por ser um processo longo, muitas outras ações precisam ser definidas e realizadas até que se encontre a real eliminação das ilegalidades e criminalidades que afligem não só os países Africanos na região do Golfo da Guiné, como também os países de outras regiões no globo.

 

PALAVRAS CHAVE Segurança Marítima, Golfo da Guiné, União Europeia.

Abstract and keywords

Maritime security in the Gulf of Guinea: the current architecture and the contribution of the European Union

Author: Hamilton Neto Nascimento de Sousa

 

ABSTRACT Maritime security in the Gulf of Guinea has been a major concern for the States that are part of that region, mainly the coastal States. These states have made several efforts to develop appropriate strategies to combat illegalities and criminalities in this region. One of these efforts is the implementation of a functional architecture of information exchange, in order to that the implementation of the strategies was organized and effective. These efforts involve all countries in the region and some international partners. The European Union, being one of these partners, participates very actively, giving support, in order to accomplish and execute all objectives and tasks that were defined to carry out this problem. Many actions have already executed. But, because it is a long process, many other actions need to be defined and carried out until the real elimination of the illegalities and crimes that afflict not only the African countries in the Gulf of Guinea region, but also the countries of other regions into globe.

 

KEYWORDS Maritime Security, Gulf of Guinea, European Union.

Ver Publicação

WP2 - DiSeD