INVESTIGADORES NÃO DOUTORADOS

< VOLTAR

Carina Quaresma

Licenciada em Psicologia, variante clínica cognitivo-comportamental (2001), pós-graduada em Estatística (2005) e em Estudos e Intervenções com Famílias (2006); e Mestre em Gestão e Políticas Públicas (2010). Frequentou o Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública (CEAGP), do Instituto Nacional de Administração, na sequência do qual exerce, desde 2007, funções como técnica superior em área de Planeamento Estratégico do Ministério da Administração Interna (MAI). Representa o Ministério no âmbito das estratégias nacionais: contra a violência doméstica; para a promoção da igualdade de género; e para os comportamentos aditivos e dependências. Participou em diversos projetos relacionados com a área da segurança interna, como a implementação do Sistema de Queixa Eletrónica, do Portal da Segurança e da versão portuguesa do Inquérito à vitimação/Segurança (Eurostat), e no grupo de acompanhamento do Programa Escola Segura. No âmbito da violência doméstica tem sido responsável pela elaboração dos relatórios anuais (do MAI) de monitorização do fenómeno, integrou o grupo de trabalho que coordenou e desenvolveu a Ficha de Avaliação de Risco (RVD) para utilização pelas Forças de Segurança e o Manual de policiamento; e tem ministrado diversas formações dirigidas às Forças de Segurança. Possui experiência de formação e consultoria na área da estatística e no âmbito do planeamento e acompanhamento de estudos.
Autora do livro “Violência doméstica: da participação da ocorrência à investigação criminal”, da publicação “Mulheres no MAI” (2010) e de vários artigos, pósteres e comunicações.

Douroranda da primeira edição do Doutoramento em Direito e Segurança da FD- UNL (2013- ).

 

- Áreas de investigação:

Criminalidade violenta, medição do crime, prevenção criminal, violência doméstica, programas especiais de policiamento dirigidos a grupos populacionais mais vulneráveis.

CQ