Lei e seus significados: passos históricos e articulações com a Psicologia do Desenvolvimento

CEDIS Working Paper VARIA n.º 3, Abril 2021

Resumo e palavras chave

Autor: Alberto Pereira Lima Filho

 

RESUMO

Este estudo examina um livro de autoria de Bernard Jackson: Making Sense in Jurisprudence (Liverpool: Deborah Charles Publications, 1996) e percorre o desenvolvimento do raciocínio do autor no decorrer do texto com o propósito de alinhavá-lo com noções da Psicologia do Desenvolvimento à luz da Psicologia Analítica de Carl Gustav Jung. Em razão dessa escolha, foram selecionados apenas alguns dentre os temas abordados pelo autor. No contexto da psique – individual ou coletiva – a noção de Direito está associada ao arquétipo do pai, mas seus alicerces são matriarcais e suas evoluções pertencem ao âmbito da alteridade, que, mesmo indo além, inclui pai e mãe. Este estudo apresenta elementos e critérios para que se possa identificar a fase do desenvolvimento psicológico alcançado por uma comunidade humana, bem como por um membro individual da mesma. Contrastes e consonâncias entre as disposições da lei e aqueles a quem ela serve são evidenciados. O dinamismo de alteridade (regido pelos arquétipos da Anima e do Animus) é apresentado como o campo propício para a instalação, o desenvolvimento e o exercício da democracia.

PALAVRAS-CHAVE

Lei, História do Direito, Lei Natural, Psicologia do Desenvolvimento, Lei de Comando

Abstract and keywords

Author: Alberto Pereira Lima Filho

 

ABSTRACT

This study examines a book by Bernard Jackson: Making Sense in Jurisprudence (Liverpool: Deborah Charles Publications, 1996) and goes through the development of the author’s reasoning along the text with the purpose of aligning it with notions of Developmental Psychology in the light of Carl Gustav Jung’s Analytical Psychology. Due to this choice, only a few of the themes addressed by the author have been selected. In the context of the psyche – whether individual or collective – the notion of law is associated with the archetype of the father, but its foundations are matriarchal. This study presents elements and criteria to identify the phase of psychological development achieved by a human community, as well as by an individual member of it. Contrasts and consonances between the provisions of the law and those to whom it serves are brought to the foreground. The dynamism of otherness (governed by the Anima and Animus archetypes) is presented as the propitious field for the installation, development and exercise of democracy.

.

 

KEYWORDS

Law; History of Law; Natural Law; Developmental Psychology; Command Law

Ver Publicação

WP2 - VARIA